top of page

Secoya e PWTech levam água potável à comunidade Yanomami do Rio Marauiá

Por Letícia Gama, Assessoria de Comunicação da Secoya


Crédito: Letícia Gama, Assessoria de Comunicação da Secoya


Uma parceria inovadora entre a Secoya e a Startup brasileira PWTech está levando água potável a mais de 90 indígenas Yanomami do Rio Marauiá (próximo ao município de Santa Isabel do Rio Negro). O projeto utiliza o purificador PW 5660, tecnologia desenvolvida pela PWTech para levar água de qualidade às comunidades localizadas em áreas remotas do país.


Em agosto, a tecnologia foi selecionada pelo Programa Mundial de Alimentos (PMA) da Organização das Nações Unidas, visando abastecer com água potável 5 mil pessoas afetadas pelos ciclones que atingiram Madagascar, país da África Oriental, nos primeiros meses de 2022.


A PWTech fez a doação do equipamento, enquanto a Secoya se responsabilizou pelo transporte e instalação do purificador no Xapono do Taracoá, onde cerca de 90 indígenas Yanomami vivem nas margens do rio Marauiá (principal fonte de água para o consumo da comunidade).

A iniciativa de dar acesso à água de qualidade para as comunidades Yanomami surgiu em 2015, com a Secoya executando a instalação de purificadores para o tratamento adequado da água. O principal objetivo do projeto era remediar a situação de saúde nas comunidades, que devido ao consumo da água contaminada dos rios, havia alta incidência de doenças como diarreia e verminoses, sendo uma das principais causas de mortalidade na infância.


A Secoya e a PWTech estudam a expansão da iniciativa, para contemplar não somente o Xapono do Taracoá, como outras comunidades do rio Marauiá e das demais regiões do Território Yanomami do estado do Amazonas.

Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page