Últimas Notícias
A luta vale a pena: encontro anual de E-Changer/COMUNDO
Qua, 11 de Maio de 2016 12:33

Entre os dias 2 e 6 de maio, coperatores, coperatoras e movimentos parceiros de E-Changer/COMUNDO se reuniram em Natal/RN com o objetivo de avaliar a parceria de cooperação internacional e pensar a continuidade de fortalecimento das lutas dos movimentos populares no Brasil.

Estiveram presentes a Marcha Mundial das Mulheres, Serviço e cooperação com o povo Yanomami-Secoya, Sociedade Maranhense de Direitos Humanos, Centro de Agricultura Alternativa Vicente Nica (CAV), União Nacional dos Movimentos de Moradia, Central de Movimentos Populares e Instituto de Permacultura em terras secas - IpeTerras.

Os mais de 20 anos de E-Changer/COMUNDO no Brasil acumulou diversas experiências, saberes, lutas e transformações de realidades, “produzimos valores culturais e uma metodologia política que será importante para enfrentar os tempos de crise e para a construção de uma nova sociedade”, é o que diz Djalma Costa sobre os frutos da parceria.


À inquietação lançada no debate, coperatoras, coperatores e parceiros respondem com prontidão através da fala de Eduardo Cardoso, da Central de Movimentos Populares, "precisamos construir um projeto popular através de novas metodologias, estimular novas lideranças políticas e potencializar uma comunicação que fortaleça o diálogo com o povo", desafios postos para os próximos períodos.

Leia mais...
 
Processo Seletivo da Secoya
Sex, 22 de Abril de 2016 00:00

A Secoya está contratando profissionais para atuar em seu Programa de Educação em Saúde junto ao Povo Yanomami. Requerem-se profissionais responsáveis para desenvolver atividades de prevenção e promoção da saúde diretamente nas aldeias, na área Yanomami, no rio Marauiá, município de Santa Isabel do Rio Negro-Amazonas.

A Secoya - Associação Serviço e Cooperação com Povo Yanomami é uma Associação não governamental, sem fins lucrativos, que trabalha junto ao Povo Yanomami do médio rio Negro do estado do Amazonas, através de ações nos campos de educação, educação em saúde e direitos indígenas.

Pré-requisito

• Ensino superior concluído ou em andamento em enfermagem, nutrição, assistência social, ciências humanas ou áreas afins;

• Experiência em saúde pública;

• Competência e experiência em contextos que requerem relações e atividades profissionais no campo da interculturalidade;

• Competências e experiência em capacitação e animação de grupo;

• Interesse em trabalhar em contato direto com o povo Yanomami;

• Ter disponibilidade em aprender a língua Yanomami;

• Facilidade para trabalho em equipe;

• Sensibilidade para o trabalho junto ao povo Yanomami adotando uma atitude de respeito, independente da situação confrontada;

• Disposição física para o trabalho em área de floresta densa, incluindo longas caminhadas, deslocamentos de barco ou voadeira.

• Disponibilidade para permanecer período relativamente longo em atividades de campo.

Atividades

• Planejar, acompanhar e ministrar palestras e atividades práticas de prevenção e promoção da saúde nas aldeias;

• Planejar, acompanhar e ministrar oficinas de capacitação para Agentes Indígenas de Saúde, Agentes Indígenas de Saneamento, mulheres e lideranças;

• Realizar acompanhamento em campo dos Agentes acima citados;

• Participar de pesquisas em campo;

• Assessorar os Yanomami na defesa de seus direitos à saúde;

• Elaborar materiais didáticos;

• Apresentar relatórios das atividades em campo;

• Sistematizar os resultados das oficinas de capacitação;

• Colaborar em atividades de gestão do Programa de Educação em Saúde na sede da Secoya em Manaus ou em Santa Isabel do Rio Negro.

Desejável

• Experiência de trabalho junto a povos indígenas;

• Experiência de trabalho na Amazônia e/ou em saúde publica junto a populações vulneráveis;

• Domínio do pacote Office e internet – redes sociais.

Condições de trabalho

• Regime de contrato: CLT

• Contrato de experiência por 90 (sessenta) dias;

• Ajuda de custo para alimentação em campo.

• Deslocamento até a cidade de Manaus, quando da contratação, por conta do candidato.

Processo seletivo

Encaminhar currículo com carta de intenção, incluindo expectativa salarial para os emails: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. e Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. até o dia 02 de maio de 2016. O processo seletivo constará de avaliação de currículos, entrevistas e provas. Apenas os candidatos selecionados na primeira fase serão contatados.

 
A Secoya participou da XXIII reunião do CONDISI
Qui, 21 de Abril de 2016 00:00

Do dia 5 a 7 de abril de 2016, a Secoya participou da XXIII reunião do CONDISI Yanomami (Conselho Distrital de Saúde Yanomami e Yekuana) realizada em Boa Vista-RR. Essa reunião caracterizou-se pela exposição da visão e objetivos desenvolvidos pelo novo coordenador do Dsei-YRobson Rodrigues Mangueira, que expressou seus compromissos frente às dificuldades vivenciadas pelo povo Yanomami e Yekuana. Marcou também a primeira visita oficial do novo secretário Especial de Saúde Indígena, Rodrigo Rodrigues. As lideranças indígenas lhe expuseram algumas preocupações que precisam de intervenção imediata do Governo Federal.

Leia mais...
 
Lideranças da associação Kurikama se reúnem para definir suas estratégias
Qui, 21 de Abril de 2016 00:00

Entre os dias 29 a 31 de março, a Coordenação da Associação Kurikama se reuniu conjuntamente com as lideranças tradicionais representando o Conselho Yanomami num local chamado Cachoeirinha, próximo à cidade de Santa Isabel do Rio Negro.

Esse encontro teve por objetivos discutir questões de saúde e de educação bem como definir as estratégias e o planejamento de trabalho da Associação Kurikama.

Para discutir a situação de assistência de Saúde no âmbito do Distrito Sanitário Especial Yanomami e Ye´kuana, os representantes da Kurikama solicitaram à presença do novo Coordenador do DSY, o cirurgião dentista Robson Rodrigues Mangueira para o qual apresentaram a grave situação de saúde por que passam os Yanomami do Amazonas. O mesmo foi acompanhado por Beto Gões Yanomami, Presidente do CONDISI, Maurício e Enio Yanomami representantes da Hutukara.

Leia mais...
 
Altos níveis de mercúrio do garimpo contaminam habitantes da Terra Indígena Yanomami
Qui, 14 de Abril de 2016 19:21

Viver em um território que tenha em seu subsolo grandes reservas de ouro pode parecer uma benção e um sinônimo de riqueza. Infelizmente, para os Yanomami, esta situação tem sido a sua maior maldição. Um estudo recente conduzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com o Instituto Socioambiental (ISA), mostra que a contínua invasão ilegal de garimpeiros em seu território tem trazido graves consequências: algumas aldeias chegam a ter 92% das pessoas examinadas contaminadas por mercúrio. Para mais informações, vejam o vídeo no link: Link do vídeo.

Mais informações no Especial do ISA: http://isa.to/povo-yanomami-contaminado-por-mercurio

Leia também a avaliação da Fiocruz na integra:

Avaliação da Exposição Ambiental ao Mercúrio Proveniente de Atividade Garimpeira de Ouro na Terra Indígena Yanomami, Roraima, Amazônia, Brasil.

Fonte: Instituto Socioambiental

 

Nossos parceiros